sábado, 24 de novembro de 2018

SISTEMA PRISIONAL MG UM CONTRASTE ATUAL - ÚLTIMAS NOTÍCIAS DO FINAL DE SEMANA EM DESTAQUE


Confusão na penitenciária de Uberaba deixa feridos, diz Seap
Quatro agentes e seis detentos ficaram feridos, sem gravidade, informou a Secretaria de Estado. Confusão aconteceu na tarde desta quinta-feira (22).
Por G1 Triângulo Mineiro
22/11/2018

Agentes de segurança controlaram uma confusão na Penitenciária Professor Aluízio Ignácio de Oliveira, em Uberaba, por volta das 16h20 desta quinta-feira (22). A informação foi divulgada pela Secretaria de Estado de Administração Prisional de Minas Gerais (Seap-MG).
Em nota, a Seap informou que "a confusão começou durante um procedimento de revista, quando os presos não aceitaram a ação dos agentes e começaram a agredir os servidores. Foi necessário o uso de munição menos letal para controlar o tumulto".
Ainda de acordo com a secretaria, quatro agentes e seis detentos ficaram feridos, sem gravidade. Eles foram atendidos na enfermaria da unidade prisional e depois foram encaminhados à uma das Unidades de Pronto Atendimento (UPAs).
"A direção da penitenciária irá instaurar uma investigação preliminar e analisará as imagens do circuito interno de TV para apurar administrativamente o fato", informou a Seap-MG.
Preocupados com a situação, familiares de detentos estiveram em frente a penitenciária em busca de informações sobre o ocorrido.

FONTE: G1

UBERABA

Superlotado: Presídio de Patos Minas atinge o maior número de presos da história

A Secretaria de Estado de Administração Prisional- SEAP- diz que a situação vem ocorrendo em todo o país e que vem trabalhando para gerir as vagas.
Presídio Sebastião Satiro - Patos de Minas (Foto: Arquivo Patos Hoje)
O Presídio Sebastião Satiro, de Patos de Minas, atingiu esta semana o maior número de presos da história da unidade. São 440 pessoas recolhidas nas celas do estabelecimento prisional que possui vagas para apenas 167 detentos em regime fechado. A Secretaria de Estado de Administração Prisional- SEAP- diz que a situação vem ocorrendo em todo o país e que vem trabalhando para gerir as vagas.
De acordo com a Assessoria de Comunicação da SEAP, a superlotação não é uma particularidade de Patos de Minas, e nem do estado de Minas Gerais, e sim, uma realidade nacional. A Seap ressaltou que está envidando esforços para reduzir o impacto da lotação por meio da gestão eficiente de vagas.
A Seap destacou também a importância do diálogo permanente com as instituições do sistema criminal, tais como a Vara de Execução Penal, Ministério Público e Defensoria Pública para a busca de soluções relativas ao sistema prisional mineiro, evitando-se, assim, maior déficit de vagas em decorrência da superlotação.
O Patos Hoje também perguntou se há algum projeto para expansão do Presídio, mas com relação a isso não teve posicionamento. Especialistas vêm defendendo mudanças no encarceramento dos presos. Além de ser muito caro para o poder público, o sistema não vem surtindo muito efeito, a consequência é o alto índice de reincidência.
O Ministério Público já implementou mudanças na Associação de Proteção aos Condenados – APAC para aliviar a superlotação do Presídio. A Associação passou a receber presos do regime fechado. Outra medida foi o trabalho. Uma unidade de uma indústria de confecção patense firmou uma parceria com os gestores do Presídio Sebastião Satiro para funcionar no interior da unidade.

FONTE: PATOS HOJE

Três homens fazem 'escada humana' e pulam muro para fugir de presídio em Janaúba
Funcionários do local informaram à polícia que irão refazer contagem dos detentos para checar se outros homens não fugiram; até esta publicação, os presos não foram recapturados.
Por G1 Grande Minas

23/11/2018

 Segundo a PM, homens pularam muro do presídio de Janaúba — Foto: Polícia Militar/Divulgação

Segundo a PM, homens pularam muro do presídio de Janaúba — Foto: Polícia Militar/Divulgação 

Três homens fugiram na tarde desta sexta-feira (23) do presídio de Janaúba, no Norte de Minas. De acordo com as primeiras informações da Polícia Militar, os suspeitos são naturais da cidade e teriam feito uma espécie de "escada humana" para conseguirem pular um dos muros altos que cercam o local. A PM informou que o presídio não detalhou a ação dos fugitivos e que está em rastreamento pela região.
Ainda segundo os militares, os funcionários do local disseram suspeitar de que os homens tenham saltado o muro durante o banho de sol, por volta das 15h. A polícia não informou a identidade dos fugitivos. Para a PM, o presídio confirmou que faria recontagem dos detentos para confirmar se outros presos não teriam pulado o muro junto ao trio.
O G1 solicitou nota junto à Secretaria Estadual de Administração Prisional de Minas Gerais (Seap). Até esta publicação, o órgão não esclareceu o que houve no local. Por telefone, agentes penitenciários de Janaúba disseram não terem autorização para detalhar o caso.

Veja mais notícias da nossa região em G1 Grande Minas.


Nenhum comentário:

Postar um comentário


Os comentários postados pelos leitores deste site correspondem a opinião e são responsabilidade dos respectivos comentaristas leitores e não correspondem, necessariamente, a opinião do autor gestor.

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.